Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Publicado em:

Ao infinito e além

Acadêmicos colocaram conhecimentos em prática e produziram foguetes feitos de garrafa PET, a base de vinagre. Vencedores do concurso serão conhecidos em breve

© by Arquivo Pessoal

Uma iniciativa para colocar os conhecimentos obtidos nas disciplinas de Matemática, Física e Química de uma forma criativa, com a produção e lançamento de foguetes feitos com garrafas PET, a base de vinagre – tudo com a devida supervisão e segurança, claro! Esse foi o intuito da 1ª Olimpíada de Lançamento de Foguetes da PUC Goiás, que ocorreu no último sábado, 1º, no Câmpus II da instituição (Jardim Mariliza).

De acordo com a diretora da Escola de Ciências Exatas e da Computação (ECEC), profa. Mirian Gusmão, o evento reuniu 76 acadêmicos distribuídos em 18 equipes. O objetivo, também, foi integrar os calouros da Escola de Ciências Exatas e da Computação e da Escola de Engenharia da PUC Goiás para tornar a graduação mais atrativa, incentivando a permanência do estudante na universidade.

Para produção dos foguetes, os estudantes tiveram que estudar a composição dos materiais utilizados para confecção dos objetos, assim como o processo de combustão e conceitos de lançamento, peso e equilíbrio para conseguirem realizar o lançamento da engenhoca com sucesso. Todos os participantes precisaram seguir as regras do edital da Olimpíada, que incluía normas referentes ao uso de materiais, assim como equipamentos de segurança.

No momento, o desempenho dos estudantes está sendo avaliado por uma comissão de professores da Escola, que anunciará os campeões no próximo dia 12 de junho. O evento foi organizado pela Liga Acadêmica de Astronomia, Astrofísica, Astrobiologia e Astroquímica da PUC Goiás sob supervisão da ECEC.