Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Publicado em:

Serviço Social debate papel profissional no combate ao racismo

Evento celebra data dedicada à profissão

A Regressão de direitos tem classe e cor: assistentes sociais no combate ao racismo foi o tema  da 36ª Semana do/a Assistente Social, promovida pelo curso de Serviço Social da PUC Goiás em parceria com a Universidade Federal de Goiás e da Faculdade Unida de Campinas, nos dias 14 e 15 de maio, na Câmara Municipal de Goiânia. A programação teve apoio do Conselho Federal de Serviço Social, da Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social e da Executiva Nacional dos Estudantes de Serviço Social.

O evento foi aberto nesta terça-feira, 14, às 19 horas, no Auditório da Câmara Municipal, com palestra de Simone Sobral, professora e pesquisadora da Universidade Federal de Santa Catarina e pós-doutora em Serviço Social pela Universidade de Paris. A pesquisadora destacou o momento de perdas de direitos e como os negros são os primeiros a sofrerem. “Esse país tem três séculos de escravidão, as marcas acirraram profundas desigualdades sociais marcadas pelo racismo. Combater as desigualdades sociais significa combater o racismo”, disse.

A Semana reuniu professores, estudantes e representantes dos Movimentos Sociais para amplo debate. A professora Carmen Regina Paro, coordenadora do curso representou a PUC Goiás na abertura do evento.