Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Publicado em:

Cientista ganha título doutora honoris causa na PUC Goiás

Responsável pela pesquisa que correlacionou o zyka vírus com a microcefalia recebe maior honraria do meio acadêmico

© by Ana Paula Abrão

A PUC Goiás entregou em cerimônia solene, nesta quinta-feira, 18 de outubro, durante a programação do IV Congresso de Ciência e Tecnologia, o título de doutora Honoris Causa para a pesquisadora Celina Maria Turchi Martelli. Médica e especialista em epidemiologia das doenças infecciosas, a goiana comandou o primeiro estudo a demonstrar a associação entre o zika vírus e os casos de microcefalia em bebês. A cerimônia, no Auditório da Área 4, foi presidida pelo arcebispo e grão-chanceler da PUC Goiás, dom Washington Cruz, e pelo reitor da instituição, professor Wolmir Amado.

O trabalho de Celina permitiu o acompanhamento das mães gestantes e, principalmente, a proteção dos fetos com o controle vetorial e a proteção da transmissão sexual durante os primeiros meses de gravidez. Goiana, formada na Universidade Federal de Goiás, ela recebe o título da PUC Goiás, onde seu pai, o professor Egídio Turchi, foi um dos fundadores. “É uma enorme honra, é um título de reconhecimento. Sou eternamente grata pelo prêmio, eu e minha família, e o grupo da pesquisa todo se sente muito honrado. E agora, me sinto parte dessa nova comunidade”.

Durante a cerimônia, ela dividiu com os presentes as dificuldades durante a pesquisa para identificar a correlação entre o vírus e a microcefalia. “Os desafios de fazer ciência são grandes no Brasil, já que nem sempre as verbas são adequadas. Há uma certa falta de incentivo. Mas quero dizer que fazer pesquisa durante uma epidemia é muito mais difícil, mas requer que tenha um rigor científico, mas que também seja rápida”, contou a doutora Celina.

Ela foi responsável por formar, em 2015, uma rede de pesquisadores – brasileiros e de outros países – reunidos no Grupo de Pesquisa da Epidemia de Microcefalia (Merg, na sigla em inglês). Em apenas três meses, a equipe comandada pela cientista conseguiu identificar como o zika vírus e a microcefalia estavam relacionados.

Segundo o reitor Wolmir Amado, a homenagem à cientista goiana, já premiada internacionalmente, acontece no “coração do maior evento da ciência na PUC Goiás” e incentiva novos pesquisadores. Indicada pela Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa e aprovada de forma unânime pelo Conselho da universidade, Celina é considerada uma referência na sua área de trabalho, a epidemiologia.

A pesquisadora Celina Maria Turchi Martelli é a 21ª Doutora Honoris Causa da PUC Goiás. Foto: Ana Paula Abrão

Sobre a pesquisadora, o reitor afirmou: “fez uma trajetória brilhante na carreira acadêmica, como docente, mas sobretudo como pesquisadora. Ela é uma força inspiradora que cientistas e pesquisadores fazem em nosso país, sabendo que esse é um dos alicerces para a soberania da nação. Para nós, será como um ícone, uma referência, um bom exemplo para os estudantes que se colocam em uma caminhada de pesquisa. A própria universidade reafirma sua missão de acolher e abrigar cientistas, intelectuais, homens das artes para que possam aqui desenvolver seus talentos à favor do bem comum, da humanidade”.

A noite marcada pela emoção contou com a presença de todos os pró-reitores da instituição, de professores e familiares da homenageada e autoridades de Goiânia, entre eles o reitor da Universidade Federal de Goiás, onde Celina estudou, professor Edward Madureira, o reitor da Universidade Estadual de Goiás, professor Haroldo Raimer, a presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa de Goiás, professora Zaíra Turchi e o secretário da Educação de Goiânia, professor Marcelo Ferreira.

Irmã da homenageada, Zaíra Turchi, falou do orgulho da família pela homenagem concedida pela PUC Goiás. “Ela se dedicou e tem se dedicado toda a vida à questão da ciência, da investigação científica, como epidemiologista, tem trabalhado para questões sociais importantes no nosso país. E temos muita honra que essa homenagem pela PUC Goiás, que é um patrimônio para os goianos e também porque meu pai foi um dos pioneiros da instituição”, afirmou ela.

A homenagem também foi acolhida com satisfação pelo reitor da UFG, professor Edward Madureira, que falou sobre a importância da pesquisadora para Goiás. “A Celina é um patrimônio dos goianos. É uma pesquisadora internacional, uma das mais importantes do mundo, na sua área, e que construiu sua carreira nesse ambiente da Praça Universitária, na UFG, mas também muito próxima da PUC, e nada mais justo do que receber essa homenagem”.

O nome de Celina Turchi passa a fazer parte da galeria com outros 20 doutores honoris causa da universidade. Entre os doutores, ela é a quarta mulher a receber a maior honraria concedida pela PUC Goiás e seu nome estará junto com os das professoras Betty Meggers, Alda Maria Borges Cunha e Mindé Badauy de Meneses.

“Entendemos ser bastante oportuna a homenagem a uma cientista da envergadura da Celina Maria Turchi, exatamente pelo significado dela tem no nosso país. É uma cientista de alta respeitabilidade, já com reconhecimento internacional. É um ato muito importante e de muita alegria para todas nós”, afirmou a professora Milca Severino, que vê no nome da pesquisadora na galeria de doutores acrescenta uma honraria para a universidade.

Atualmente, Celina Turchi é pesquisadora visitante no Centro de Pesquisa Aggeu Magalhães (CPqAM), da Fundação Osvaldo Cruz em Pernambuco (Fiocruz), em Pernambuco. Celina Turchi figurou em levantamento da revista Time como uma das 100 pessoas mais influentes de 2017, na categoria Pioneiros. Também foi eleita para a Academia Brasileira de Ciências (ABC). Neste ano, recebeu Prêmio Péter Murányi 2018, que reconhece projetos relevantes e inovadores nos campos da ciência, saúde e educação.

  • DSC_7183
  • DSC_7179
  • DSC_7205
  • DSC_7152
  • DSC_7225
  • DSC_7270
  • DSC_7278
  • DSC_7303
  • DSC_7311
  • DSC_7327
  • DSC_7333
  • DSC_7343
  • DSC_7351
  • DSC_7362
  • DSC_7393
  • DSC_7399
  • DSC_7417
  • DSC_7426
  • DSC_7439
  • DSC_7442
  • DSC_7445
  • DSC_7456
  • DSC_7467
  • DSC_7474
  • DSC_7483
  • DSC_7494
  • DSC_7503
  • DSC_7522
  • DSC_7526
  • DSC_7536
  • DSC_7538
  • DSC_7540
  • DSC_7542
  • DSC_7549
  • DSC_7553
  • DSC_7557
  • DSC_7565
  • DSC_7603
  • DSC_7605
  • DSC_7615
  • DSC_7618
  • DSC_7635
  • DSC_7651
  • DSC_7666
  • DSC_7677
  • DSC_7680
  • DSC_7737
  • DSC_7743
  • DSC_7767
  • DSC_7776
  • DSC_7805
  • DSC_7818
  • DSC_7821
  • DSC_7857
  • DSC_7861
  • DSC_7871
  • DSC_7873
  • DSC_7876
  • DSC_7880
  • DSC_7896
  • DSC_7912
  • DSC_7923
  • DSC_7924
  • DSC_7929
  • DSC_7938
  • DSC_7957
  • DSC_7961
  • DSC_7968
  • DSC_7971
  • DSC_7973
  • DSC_7975
  • DSC_7977
  • DSC_7983
  • DSC_7984
  • DSC_7988
  • DSC_7991
  • DSC_7992
  • DSC_8013-2
  • DSC_8032
  • DSC_8043
  • DSC_8045
  • DSC_8050
  • DSC_8057

Fotos: Ana Paula Abrão

Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,