Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Publicado em:

Professora da PUC Goiás realiza missão científica no Xingu

Docente Denize Daudt, do Programa de Direitos Humanos, pesquisa população indígena da região

© by Arquivo pessoal

A professora do curso de Jornalismo da PUC Goiás e coordenadora do Programa de Direitos Humanos (PDH), Denize Daudt Bandeira, participa nesta semana de uma expedição no Parque Indígena do Xingu, com o objetivo de pesquisar a população indígena da região. Também participam da investigação professores da Universidade de São Paulo (USP), da Universidade Federal de Goiás (UFG) e acadêmicos.

Os pesquisadores estão estudando a cidadania dos povos indígenas do Xingu, o uso da comunicação e dos veículos de comunicação em convergência na web. Denize está conhecendo como funciona a Rádio Mawo, rádio comunitária dos povos Ikpeng, do médio Xingu.

O Parque Indígena do Xingu foi criado em 1961 pelo então presidente Jânio Quadros, tendo sido a primeira terra indígena homologada pelo governo federal. Seus principais idealizadores foram os irmãos Villas Boas, e o projeto do Parque foi elaborado pelo antropólogo Darcy Ribeiro. A área do parque, que conta com mais de 27.000 quilômetros quadrados, está localizada na região norte do Estado de Mato Grosso.

(Texto: Eliani Covem)