Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Publicado em:

Escola de Formação da Juventude recepciona alunos para início de semestre

São oferecidas formações nas diversas áreas do conhecimento, direcionadas a comunidade da região Leste de Goiânia

© by Ana Paula Abrão

A Escola de Formação da Juventude (EFJ) da PUC Goiás realizou na noite desta quinta-feira, 30, a abertura das atividades do semestre. Durante o evento, alunos e responsáveis receberam informações sobre as atividades que vão ocorrer em 2018/2, incluindo os projetos e cursos que serão ministrados.

Localizada na região Leste de Goiânia, a EFJ possui como referência a realidade e as necessidades da comunidade local. A escola atende jovens em idades entre 14 a 29 anos, oferecendo cursos que ampliam as oportunidades de ingresso no mercado de trabalho.

Neste semestre, além do Projeto Inclusão de Digital, disponibilizado em conjunto com a Escola de Ciências Exatas e da Computação (ECEC) da universidade, a EFJ oferta outras formações como os cursos de Inovação e Negócios, Informática Básica I e II, Desenvolvimento de Sites, Programação I e II, Internet das Coisas e Manutenção de Computadores. Ao todo, são mais de 200 pessoas inscritas.

Por meio de uma parceria com a Escola de Formação de Professores e Humanidades (EFPH) da PUC Goiás, a escola oferecerá também, o preparatório voltado para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Entre outras parcerias, a EFJ conta com a colaboração da Agência de Inovação e Incubadora de Empresas da universidade e da Escola de Ciências Sociais e da Saúde.

Além dos cursos ofertados, os alunos desenvolvem o chamado Projeto de Vida, em que debatem temáticas ligadas ao cotidiano dos jovens e sugeridos pelas famílias. “O Projeto de vida continua dentro das vertentes que a escola trabalha: a formação profissional, que são os cursos”, disse a coordenadora da EFJ, profa. Stela Mello.

A coordenadora do Instituto Dom Fernando (IDF), profa. Elizabete Bicalho, ressaltou a importância da Escola de Formação da Juventude no contexto social dos jovens da região Leste. “Sabemos que aqui temos jovens que se encontram em situação de vulnerabilidade social, então nós estamos conectando esses jovens com o mundo, com o curso de inclusão digital e também no mercado de trabalho com cursos profissionalizantes”, completou.

Novidade

Este também é o primeiro semestre que a escola vai oferecer o curso de Informática Básica para as famílias. “Percebemos que muitos da população carente, das pessoas mais velhas estão desempregadas e precisam estar inseridas no mercado. Isso é um diferencial para eles. Então vai ser um curso básico de informática, noções gerais”, comentou a coordenadora da EFJ, profa. Stela Mello.

Oportunidade

As formações da Escola de Formação da Juventude (EFJ) são gratuitas e buscam desenvolver atividades que contribuam para a inclusão e qualificação profissional de jovens na região Leste de Goiânia.

Em busca de seu primeiro emprego, o estudante Iverson Paulo Fernando Vieira, 16 anos, espera agregar conhecimento durante o período de formação do curso. Morador do Setor Liberdade, o jovem se matriculou no curso de assistente administrativo oferecido pela EFJ. “O curso vai me oferecer uma ajudar quando entrar no mercado de trabalho e também conhecimento para vida”, pontou.

(Texto: Denise Alves, estagiária de Jornalismo da Dicom)