Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Publicado em:

Com foco na inovação, encontro aproxima empresas e universidades

Aproximação entre centros de pesquisa tecnológica, empresas e governo é fundamental para o desenvolvimento econômico

Ocorre nesta quarta-feira, 04, a Mostra de Tecnologia para Negócios, realizada na Casa da Indústria, em Goiânia. A programação começa às 08h30, com a palestra Interação Universidades x Empresas, ministrada por Maurício Henrique Benedetti.  Ele é o responsável pelo Núcleo de Inovação Tecnológica da Universidade Presbiteriana Mackenzie, além de conselheiro do Conselho Superior de Inovação e Competitividade da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Logo após, empresas e universidades terão tempo exclusivo para se apresentarem e interagirem. Em seguida, haverá almoço de negócios. O encontro terá como foco os seguintes setores: alimentos e bebidas, fármacos, química, cosmética, tecnologia da informação, engenharias.

O evento é promovido pela Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), por meio de seu Conselho Temático de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação, do Núcleo de Inovação de Goiás (NIG) e Fundação de Desenvolvimento de Tecnópolis (Funtec), além de PUC Goiás e IEL Goiás, com apoio do Senai Goiás, Sebrae, Fapeg, UFG e UEG.

Diferencial

O Brasil não se sai bem em rankings que apontam quais são as nações que mais inovam em produtos, serviços ou processos. Ocupa a 75ª posição na lista elaborada pelo Fórum Econômico Mundial, composta por 140 países. E aparece em 69ª colocação, no ranking global de inovação elaborado pela A.T. Kearney, entre 128 países pesquisados. O fruto colhido pelos países que mais inovam é bem conhecido: desenvolvimento econômico. A receita também inclui aproximação entre centros de pesquisa tecnológica, empresas e governo.