Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Publicado em:

Professores participam de evento sobre cozinha tradicional

Projeto visa resgatar a ancestralidade na culinária ligando o antigo ao moderno

© by Wagmar Alves

Resgatando alimentos da culinária tradicional, professores de Gastronomia da PUC Goiás participaram nesta sexta-feira, 17, do segundo dia do projeto Cozinha Raiz, evento que ocorre no Shopping Passeio das Águas. Coordenadora do curso, a profa. Cristiane Souza apresentou um prato típico da culinária pernambucana, seu estado de origem: o arrumadinho. Já o docente William Carvalho foi responsável pela aula show que expôs um prato funcional.

Cristiane explica que a história do arrumadinho remonta a década de 1970, quando já no final da noite boêmios buscavam algo para comer.  Com horário adiantado, vinha doa cozinha um prato com feijão verde, de corda, carne de charque, farofa, vinagrete e manteiga de garrafa.

“A volta à raiz é uma tendência mundial. Eu destaco essa ressignificação, de voltar à cozinha da avó. O chef não pode mais pensar em comprar seus produtos em empórios e grandes redes. Tem que ter contato com o produtor, conhecer a origem. Isso faz mais sentido [para quem cozinha e quem come] e faz a economia girar”, analisa, referindo-se aos pequenos produtores que passam a fornecer alimentos aos cozinheiros.

O chef  e professor Willian Carvalho apostou em alimentos tradicionais que possuem propriedades que auxiliam o organismo. “Nesse caso, a pessoa não come apenas por comer. Ela ganha algo”, pondera. Na aula show, ele expôs a tilápia com açaí –  que têm ômega 3 e função antioxidante, respectivamente acompanhada por farofa picante e bolo d pequi com abobrinha. “A pimenta é termogênica e tem ação anti-inflamatória”, exemplifica ele, ganhador do prêmio Dolmã 2016 na categoria estadual.

Ancestralidade

Pesquisador de gastronomia raiz e idealizador do projeto, o chef Gilmar Borges explica que o objetivo “é fazer um resgate antropológico da cozinha ancestral com foco na ligação entre o tradicional e o moderno.”

O Cozinha Raiz começou na quinta-feira, 16, com o Sarau Gastronômico com o tema A diversidade da cozinha raiz e suas tradições. Neste sábado, 18, as aulas show iniciam às 10h30 e seguem até as 18h30. O lançamento do livro Chef do Sertão, do chef Timóteo Domingos, encerra esta edição do projeto, às 19h30. Alagoano, ele é o criador do projeto Gastrotinga, que utiliza planta da Caatinga – bioma exclusivamente brasileiro – no seu cardápio.