Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Publicado em:

Cia de Dança Noah tem atuação reconhecida pelo município

Iniciativa da Coordenação de Arte e Cultura da PUC Goiás recebeu troféu Buriti, premiação do conselho e da secretaria de cultura de Goiânia

© by Jota Junior

Com uma trajetória de duas décadas, inúmeros espetáculos e centenas de alunos, a Cia de Dança Noah, da Coordenação de Arte e Cultura (CAC) da PUC Goiás, recebeu o troféu Buriti, em solenidade realizada na noite desta segunda-feira, 28, no Cine Teatro Ouro. Ao todo, 10 grupos e personalidades foram reconhecidos pela premiação do Conselho Municipal de Cultura e da Secretaria Municipal de Cultura. O troféu contempla os destaques do ano 2017/2018.

Coordenadora de Arte e Cultura da universidade, a profa. Beth Barros ressaltou a importância da homenagem: um reconhecimento de Goiânia ao trabalho desenvolvido pela PUC Goiás, por meio do Noah. “Nossa instituição, majestosamente, cria, produz e incentiva a arte. Nosso sentimento é de muita alegria, nos sentimos honrados. Se chega a 20 anos muitas equipes, são centenas de alunos que passaram pelo Noah, desenvolveram projetos, trabalhos, performances. Queremos que esse reconhecimento nos dê mais gás, mais energia para que agente continue e siga trabalhando”, afirmou.

Hoje, 50 pessoas fazem parte do grupo, entre alunos, funcionários e comunidade. O Noah se apresenta em diversos espaços: de auditórios a praças, em um trabalho de democratização da cultura.

Reconhecimento

A presidente do Conselho Municipal de Cultura, Laila Santoro, informa que o troféu Buriti homenageia representantes da literatura, as artes cênicas – teatro, circo e dança – da casa de cultura e do terceiro setor. “Queremos valorizar quem proporciona e se destaca nas atividades culturais”, frisa.

Ela explica que os homenageados são selecionados a partir da observação de um representante de cada segmento que integra o Conselho. “Ele frequenta as atividades realizadas em Goiânia e esse nome [do homenageado] é trazido de acordo com as apresentações”, detalha.

Histórico

Em 20 anos, passaram pelo grupo cerca de mil bailarinos e foram apresentados 28 espetáculos originais, entre eles Urbanos, Por Goiás, Tangos, Livro Mágico e Sambas. A companhia foi fundada em 1997, como o então Grupo de Dança da UCG. Em dezembro do ano passado, celebrou seus 20 anos durante o encerramento das atividades semestrais da CAC, ligada à Pró-Reitoria de Extensão e Apoio Estudantil (Proex) da universidade.

  • 180528 - prêmio buriti - JJ (2)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (6)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (14)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (17)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (21)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (35)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (37)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (40)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (42)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (47)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (52)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (55)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (61)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (62)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (75)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (82)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (83)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (94)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (101)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (137)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (145)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (157)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (160)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (163)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (165)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (168)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (194)
  • 180528 - prêmio buriti - JJ (200)

Fotos: Jota Junior