Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Publicado em:

A hora da grande final!

Atletas da PUC Goiás se mobilizam para competição esportiva que já é maior disputa interna promovida por uma universidade no Centro-Oeste. Para além de alcançar o lugar mais alto do pódio, estudantes podem se integrar aos colegas de instituição e desenvolver lado humano

Em quadra, campo, pistas, piscina e até no tabuleiro os Jogos Universitários da PUC Goiás mobilizam estudantes da universidade durante a Jornada da Cidadania. A iniciativa já é o maior evento esportivo interno realizado por uma universidade do Centro-Oeste. Nesta edição, participam 26 atléticas que agregam 32 cursos. Os atletas jogaram a primeira fase do torneio nos dias 6, 12 e 13 de maio. As semifinais e finais ocorrem durante a iniciativa comunitária da instituição, de 24 a 26 de maio.

Ao todo, cerca de 900 alunos estarão mobilizados no evento, que ocorre no Complexo Esportivo da universidade, no Câmpus II, Jardim Mariliza. Serão disputadas oito modalidades: basquete, handebol, futsal, futebol society, vôlei, atletismo, natação e xadrez. Assessor de Esportes da instituição, o professor Paulo Prudente frisa que os Jogos Universitários têm mobilizado internamente o movimento esportivo da universidade. “Nossa ideia é integrar e proporcionar uma formação humana integral, tendo o esporte como instrumento”, diz.

Diretora de Esportes do Diretório Central dos Estudantes (DCE), Tatiana Linhares, entende os Jogos como um espaço para socialização, que ainda estimula o sentimento de pertença em relação à universidade. “Os alunos aprendem a trabalhar em equipe, respeitar o adversário, aprender com as vitórias e as derrotas. Vemos os Jogos para além da competição em alto rendimento”, pondera.

Dedicação

Da terceira geração de uma família envolvida com a prática esportiva, o estudante de Direito Caio Garcia, 21 anos, é atleta do handebol e enfatiza a integração proporcionada pela prática esportiva. “Nosso time tem estudantes de vários cursos, conseguimos trazer amigos para praticar o esporte e eles perceberam que não é um ‘bicho de sete cabeças’. Dá pra gente competir, se divertir, fazer novas amizades. Tenho amigo em vários Estados do Brasil graças ao handebol”, explica.

Foto: Weslley Cruz

Caio treina desde os seis anos, inspirado pelos exemplos dos pais e das tias – que têm passagem pela Seleção Brasileira – e do avô.  “Sempre estive nesse meio. Fiz vários esportes, mas o handebol foi minha paixão. Chegou um momento que eu queria estar lá [em quadra]”, recorda ele, que treina desde os seis anos. Hoje, o desafio é conciliar a rotina de atleta com as exigências da graduação, mas o esporte também é um grande aliado. “Desenvolvi uma disciplina muito grande, aprendi a ter foco nos objetivos, a lidar com as possibilidades e a aceitar as consequências”, enumera.

Raio-X dos Jogos

8 modalidades: basquete, handebol, futsal, futebol society, vôlei, atletismo, natação e xadrez.

26 atléticas

32 cursos

900 alunos

1ª fase: 6, 12 e 13 de maio

Seminais e finais: 24 a 26 de maio

Local: Complexo Esportivo, no Câmpus II, Jardim Mariliza

 

No lugar mais alto do pódio

Atletas da universidade conquistaram vitórias e somaram boas colocações em eventos esportivos regionais e nacionais realizados recentemente. Nos Jogos Universitários de Goiás (JUG’s), realizados em Itumbiara, entre 17 e 22 abril, a PUC Goiás foi a instituição que ocupou o primeiro lugar do pódio mais vezes – três – entre as 11 instituições de ensino que participaram da disputa.

As equipes de handebol (masculino), vôlei de praia (feminino) e basquete 3×3 (feminino) foram campeãs. Já as de voleibol feminino e de basquete feminino ficaram em segundo lugar e o vôlei de praia (masculino) ocupou a terceira colocação. Os vencedores vão representar Goiás na Conferência Central dos JUB’s, em agosto, em Brasília.

O assessor de Esportes da instituição, prof. Paulo Prudente, frisa que a universidade tem investido na preparação de atletas. Hoje, três modalidades contam com uma preparação contínua: vôlei, basquete e handebol. “O resultado do JUB’s é fruto da continuidade do programa de treinamento esportivo”, afirma. Os treinamentos ocorrem no Complexo Esportivo, no Câmpus II.

Foco e paixão

O esporte nunca foi um apenas um hobby para a estudante de Direito da PUC Goiás, Alessandra Braga, 21 anos. Aos quatro, ela ganhou o primeiro quimono. Aos seis, lutou seu primeiro campeonato. Hoje, concilia esporte e vida universitária e não se vê longe de nenhum desses mundos. Na instituição, cursa o 7º período. Fora dela, ainda estuda Espanhol, é estagiária em um escritório de advocacia e treina quatro vezes por semana. “Mantenho uma rotina, presto atenção nas aulas, para não ter que tanto em casa, me dedico ao trabalho. Faço uma coisa de cada vez e quando estou fazendo me dedico ao máximo”, ensina.

Foto: Jota Junior

A inspiração para a entrada no universo da luta vem da mãe, a campeã mundial de karatê Juliana Braga, também sua treinadora. Já o ingresso no mundo do Direito veio do exemplo do avô, promotor de Justiça. “Acompanhei dentro do possível a atuação dele e sempre gostei de ler, estudar e escrever”, comenta. “O karatê não é só um hobby, é um estilo de vida”, diz ela, demonstrando paixão pela prática esportiva que escolheu.

Em abril, Alessandra participou dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) Lutas 2018, realizado em Goiânia. Individualmente, faturou o terceiro lugar na categoria de 55 a 61 quilos. Junto com as colegas de equipe Stefany Reis, 19, e Nicolly Moreira, 18 – também alunos do Direito da PUC Goiás, ela colocou a PUC Goiás no lugar mais alto do pódio, na categoria equipe feminina. No quadro geral, a universidade ficou em segundo legal. Outros alunos, atletas do judô, do jiu-jitsu e do taekwondo também ganharam medalhas (veja abaixo).

JUB’s Lutas

* Jiu-Jitsu

1º lugar – Phablo Macedo  – Peso livre (azul)

1º lugar – Matheus Ruiz (PUC-GO) – categoria 88,3 quilos (roxa)

* Judô

3º lugar – Iuri Alvarenga – categoria 81 quilos

* Karatê

Masculino

1º lugar – Paulo Eduardo Prado – Kumite divisão especial – 75,1 a 84 quilos

Feminino

2º lugar – Stefany Reis – Kata divisão especial

1º lugar – Stefany Reis (PUC-GO) – Kumite divisão especial – 50 quilos

3º lugar – Alessandra Braga – Kumite divisão especial – 55,1 a 61 quilos

1º lugar – Stefany Reis, Nicolly Moreira e Alessandra Braga – Kumite equipe absoluto

* Taekwondo

3º lugar – Matheus Lima – categoria até 63 quilos