Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Publicado em:

Pint of Science transforma ciência em conversa de amigos em Goiânia

Festival acontece nos dias 14, 15 e 16 de maio; confira a programação

O Pint of Science cresceu e Goiânia não poderia ficar de fora do festival, um dos maiores eventos de divulgação científica no mundo. A cidade participa da iniciativa pela segunda vez. Nos dias 14, 15 e 16 de maio, dois locais de encontro de jovens no município sediarão bate-papos com cientistas sobre temas como a aproximação da ciência com o governo, unidades de conservação e o acidente com o Césio-137. A proposta é esclarecer dúvidas, apresentar pesquisas recentes nessas e em outras áreas do conhecimento e mostrar a beleza da ciência. O evento será realizado na cidade pela PUC Goiás.

Será uma oportunidade dos goianos terem conversas descontraídas com os cientistas e entenderem melhor a dinâmica por trás das pesquisas, atrativos que fizeram sucesso nas primeiras edições do evento na cidade e que devem levar mais de 400 pessoas aos bares. “Acreditamos que nesse ano poderemos manter esse mesmo púbico e até mesmo aumentar, uma vez que a aceitação foi muito boa e estamos empenhados em criar uma cultura de participação nesse tipo de evento em Goiânia”, afirma a professora Mariana Pires de Campos Telles, da Escola de Ciências Agrárias e Biológicas da PUC Goiás.

Programação – Ao todo, serão promovidas seis conversas, distribuídas nos estabelecimentos comerciais Quiosque Colombina e Captain’s Club. No primeiro dia, haverá bate-papos sobre os temas A ciência que os humanos fazem e as definições científicas do que é o ser humano e Para que unidades de conservação? Conservar o que e para quem?. Já no dia 15, o destaque ficará por conta da discussão de A Ciência como amiga do Governo e Tecnologias quânticas: da modelagem molecular à informação quântica. No encerramento, haverá o debate sobre Direitos Humanos e Ontoepistemicídio e Como foi o acidente com o Césio-137: Histórico e as pesquisas envolvendo o maior acidente radioativo em área urbana do mundo.

A programação completa está disponível no site pintofscience.com.br e não há necessidade de inscrição. A entrada é gratuita – paga-se apenas o que for consumido nos estabelecimentos – e não há emissão de certificado.

De Norte a Sul do Brasil – O Pint of Science nasceu em 2013, como uma iniciativa de pesquisadores da Inglaterra, e se expandiu graças a uma rede de voluntários. Neste ano, 21 países promoverão o evento de forma simultânea.

No Brasil, onde o festival foi realizado pela 1ª vez em 2015, na cidade de São Carlos, o Pint of Science acontecerá em 56 municípios distribuídos pelas cinco regiões e a expectativa é de que 50 mil pessoas compareçam aos bate-papos.