Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Publicado em:

Aproximação com poder público marca 3ª Tarde Inclusiva do Pris

Diálogo com entidades visa fortalecimento das ações desenvolvidas e ampliação das políticas públicas para o setor na capital

© by Weslley Cruz

Momento de descontração e interação entre familiares, educandos e voluntários, a terceira Tarde Inclusiva do Programa de Referência em Inclusão Social (Pris) da PUC Goiás foi realizada na terça-feira, 27, no auditório da Escola de Formação de Professores e Humanidades, Setor Leste Universitário.

Entre as novidades, a apresentação dos novos parceiros do Pris: Secretaria Municipal de Educação, Câmara Municipal de Goiânia, OAB-GO e Projeto Dançando com as Diferenças, da UFG.

“A proposta é que o Pris possa se fortalecer com o poder público, persarmos juntos a inclusão”, explica a coordenadora do Pris, professora Juliana Hannum.

Representando a Câmara, o vereador Elias Vaz (PSB) confessou estar inspirado pelo Programa e já anunciou a reflexão e mudança de postura da casa. “Acho muito importante que a gente possa envolver toda a Câmara Municipal nessa luta tão importante. Conversei com o presidente e posso dizer: devemos envolver todos os vereadores na causa, com iniciativas concretas”, afirma.

Entre a vez de um parceiro e outro, apresentações culturais com educandos cantando e dançando. “É um momento para eles mostrarem o que está sendo feito, o que conseguem fazer. Para os pais e os alunos, estarmos todos juntos nessa acolhida é muito bom”, afirma Gerci Abrão, mãe do Henrique, que se apresentou com outros nove colegas no palco. A plateia levantou para inteira para dançar. Os aplausos puderam ser ouvidos até mesmo do lado de fora do auditório. Henrique desceu ofegante e sorridente. “Estamos aqui há 15 anos”, lembra a mãe.

Também presente no evento, o coordenador de Extensão da universidade, professor Leônidas Albano, parabenizou a aproximação do programa extensionista com o poder público. “Inclusão não se faz somente na universidade, com os educandos, mas também em casa e nas escolas, por isso agradeço a presença de vocês aqui”, disse, referindo-se à presença dos professores da rede municipal e parceiros. “A universidade não pode pensar que a sociedade se constrói alheia a ela”, reflete.