Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Publicado em:

Universidade e Secretaria visitam Núcleo de Assistência Social na Vila Aurora

Segundo passo da parceria prevê ações conjuntas para beneficiar população em situação de vulnerabilidade social

© by Weslley Cruz

Para ressignificar a própria vida após uma forte depressão decorrente de luto, o viúvo Antônio Pinheiro de Moura, 87 anos, buscou uma segunda casa. Atualmente, ele é um dos 150 idosos que frequentam o Núcleo de Assistência Social (NAS) Santo Afonso, localizado na Vila Aurora, em Goiânia. O local foi visitado na manhã desta quinta-feira, 8, pelo reitor da PUC Goiás, Wolmir Amado e pelo secretário de Assistência Social, Robson de Azevedo, e suas respectivas equipes, para dar continuidade a parceria firmada entre as duas instituições que prevê visitas in loco e a realização de atividades conjuntas.

Vinculado à Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), o Núcleo acolhe pessoas a partir de 60 anos por meio de oficinas profissionalizantes, rodas de conversa e atividades de lazer. “O objetivo maior com a terceira idade é o fortalecimento de vínculos com esses idosos que chegam depressivos e são abandonados pelas famílias. Queremos proporcionar um resgate da autoestima e o prazer de viver. Será uma parceria excelente, porque temos muitas demandas”, destacou a coordenadora do NAS Santo Afonso, Kelly Naves.

Durante a visita, os gestores visitaram a infraestrutura do local, conhecendo o espaço de lazer, salas de oficinas, secretarias e coordenação. Depois, foram recebidos pelos idosos para um momento de diálogo e café da manhã. “Toda parceria é boa para os dois lados e aqui estamos envolvendo mais uma frente que são as pessoas atendidas. Vemos depoimentos significativos de indivíduos que se fortaleceram, venceram enfermidades e isso abre uma possibilidade imensa para a qualidade de vida das pessoas. Penso que os resultados serão muito positivos”, declarou o secretário.

Reitor da PUC Goiás, o prof. Wolmir Amado refletiu sobre o intuito da parceria, de forma que ambos os lados sejam beneficiados com um impacto mais abrangente, a partir da integração dos programas de extensão da universidade à rede de assistência social da região metropolitana de Goiânia. “É uma acentuação estratégica nos grupos setoriais da sociedade, sobretudo, os mais pobres, por situações de direito dessas pessoas. E um trabalho integrado sempre traz uma visão nova, não apenas tangenciar projetos, equipes e ações, mas sobretudo, estabelecer novos conceitos”, afirmou.

O NAS Santo Afonso é um dos 12 núcleos que atendem as seis regiões de Goiânia. Além disso, estão vinculados à Semas, 15 centros de referência de assistência social, espalhados na capital.

  • DSC_8789
  • DSC_8793
  • DSC_8801
  • DSC_8811
  • DSC_8818
  • DSC_8821
  • DSC_8846
  • DSC_8849
  • DSC_8852
  • DSC_8872
  • DSC_8878
  • DSC_8894
  • DSC_8896
  • DSC_8902
  • DSC_8905
  • DSC_8907
  • DSC_8918
  • DSC_8923
  • DSC_8928
  • DSC_8933
  • DSC_8939
  • DSC_8940
  • DSC_8950
  • DSC_8961
  • DSC_8964
  • DSC_8979
  • DSC_8980
  • DSC_8983
  • DSC_8991
  • DSC_8999
  • DSC_9001
  • DSC_9025
  • DSC_9026
  • DSC_9027
  • DSC_9034
  • DSC_9035
  • DSC_9037
  • DSC_9039
  • DSC_9045
  • DSC_9050
  • DSC_9057
  • DSC_9075
  • DSC_9084
  • DSC_9092
  • DSC_9100
  • DSC_9102
  • DSC_9110
  • DSC_9113
  • DSC_9116
  • DSC_9136
  • DSC_9138
  • DSC_9142

Fotos: Weslley Cruz