Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Publicado em:

Formação atende cuidadores informais de idosos

Professor português Luis Jacob conduziu o encontro

Dando continuidade às atividades formativas com voluntários, o Programa de Gerontologia Social (PGS) da PUC Goiás promoveu nesta quarta-feira, 7, a palestra Saúde do idoso em pauta: formação de cuidadores informais, no Auditório 3 da Área 2, no Setor Leste Universitário.

Alunos de diversos cursos da área da saúde e convidados puderam tirar dúvidas e aprender um pouco mais sobre as diferentes alternativas e formas de cuidar disponíveis, com o professor Luis Jacob, presidente executivo da Rede de Universidades da Terceira Idade (Rutis) e docente da Escola Superior de Saúde de Bragança, em Portugal.

“É uma formação mais interativa, para atender as demandas que eles trazem. Meu objetivo é que as pessoas saibam o que existe, para pensarem em soluções”, explicou o docente português, que está em Goiânia especialmente para a série de atividades.

Coordenadora do PGS, a professora Lisa Valéria Tôrres comemorou o novo formato escolhido para a formação de voluntários. “Neste semestre, fizemos diferente. A formação dos voluntários ocorre em três momentos, terminando amanhã”, explica. Além de mais dinâmico, o novo formato é mais completo, abordando diferentes aspectos da formação. “O Brasil está envelhecendo. A profissão do futuro será a de cuidador, então é importante que a gente esteja preparado”.

Voltada para cuidadores informais, a formação foi aberta ao público, não sendo restrito a alunos de Saúde. Entende-se por cuidador informal a pessoa que não tem no cuidado ao idoss uma profissão, mas uma tarefa, como filhos, sobrinhos e netos que ajudam nos cuidados a familiares.

  • DSC_7564
  • DSC_7571
  • DSC_7577
  • DSC_7591
  • DSC_7593
  • DSC_7601
  • DSC_7608
  • DSC_7612
  • DSC_7614
  • DSC_7616
  • DSC_7619
  • DSC_7622
  • DSC_7625
  • DSC_7629

Fotos: Weslley Cruz