Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Publicado em:

Engenharia discute alternativas para minimizar mudanças climáticas

II Seminário Qualidade do Ar estimula estudantes da Engenharia Ambiental a pensarem em novas tecnologias que consomem combustíveis renováveis

© by Wagmar Alves

Com o intuito de discutir a influência da qualidade do ar no ambiente urbano, o curso de Engenharia Ambiental da PUC Goiás abriu na manhã desta quarta-feira, 20, a segunda edição do Seminário Qualidade do Ar – gestão e monitoramento em ambientes urbanos, na Área 2 (Praça Universitária). As discussões contaram com as contribuições dos docentes Aldo Muro, doutor em Ciências Ambientais pela UFG, e Erick Kill, doutorando na Faculdade de Medicina na USP. O primeiro abordou sobre o tema chave do evento e o segundo trouxe uma explanação sobre o monitoramento da qualidade do ar com equipamentos de baixo custo.

De acordo com o coordenador da  Engenharia Ambiental, prof. Osmar Mendes Ferreira, o curso visa por meio do Seminário trazer alternativas para a sociedade, diante das mudanças climáticas. “Isso já vem acontecendo há mais de um século e o que podemos fazer para frear essa condição se acentua no ambiente urbano. Nós lançamos mão das tecnologias disponíveis para motivar políticas governamentais”, observa. Segundo o docente, países desenvolvidos já saíram na frente ao substituírem, nos últimos anos, os veículos automotores que utilizam hidrocarboneto pelos que consomem combustível renovável. Os carros elétricos são outra opção e atualmente existem 2 milhões deles em circulação pelo mundo.“É um tipo de tecnologia que ajuda a frear a mudança climática nos ambientes de aglomerado urbano, já que são veículos que não liberam tantas emissões que comprometem a qualidade do ar que nós respiramos nas regiões metropolitanas”, pontua.

Na ocasião, os palestrantes mostraram aos estudantes sobre como os engenheiros ambientais podem atuar no controle das emissões e das fontes poluidoras não só de origem veicular, como também em atividades prestadoras de serviço e na área da indústria. O Seminário foi prestigiado pelo diretor da Escola de Engenharia, prof. Fábio Simões, professores e estudantes do curso.

  • 170920 - II Seminário Qualidade do Ar WA (9)
  • 170920 - II Seminário Qualidade do Ar WA (10)
  • 170920 - II Seminário Qualidade do Ar WA (13)
  • 170920 - II Seminário Qualidade do Ar WA (14)
  • 170920 - II Seminário Qualidade do Ar WA (17)
  • 170920 - II Seminário Qualidade do Ar WA (19)
  • 170920 - II Seminário Qualidade do Ar WA (24)a
  • 170920 - II Seminário Qualidade do Ar WA (26)
  • 170920 - II Seminário Qualidade do Ar WA (36)
  • 170920 - II Seminário Qualidade do Ar WA (37)
  • 170920 - II Seminário Qualidade do Ar WA (39)
  • 170920 - II Seminário Qualidade do Ar WA (42)
  • 170920 - II Seminário Qualidade do Ar WA (44)
  • 170920 - II Seminário Qualidade do Ar WA (51)
  • 170920 - II Seminário Qualidade do Ar WA (54)
  • 170920 - II Seminário Qualidade do Ar WA (55)
  • 170920 - II Seminário Qualidade do Ar WA (57)
  • 170920 - II Seminário Qualidade do Ar WA (60)
  • 170920 - II Seminário Qualidade do Ar WA (64)
  • 170920 - II Seminário Qualidade do Ar WA (65)

Fotos: Wagmar Alves