Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Publicado em:

Universidade inicia formação para professores da rede municipal

Curso é conduzido por programas de extensão da PUC Goiás e será concluído em dezembro

© by Jota Junior

Professores da rede municipal de ensino iniciaram nesta quarta-feira, 23, o curso Educação e Direitos Humanos, no prédio da Escola de Formação de Professores e Humanidades da PUC Goiás. A atualização é oferecida aos professores por meio de parceria entre a Coordenação de Extensão da PUC Goiás e a Secretaria Municipal de Educação e Esporte de Goiânia.

Com o objetivo de contribuir para a formação continuada dos professores da educação básica, de forma interdisciplinar, o curso terá cinco módulos e carga total de 50 horas.

“Vemos com bons olhos essa parceria. É algo que beneficia muito os professores dos dois lados, porque é uma troca mútua”, explica a formadora representante da Gerência de Formação dos Profissionais da Educação, ligada à Secretaria. “O curso vai contribuir para o desenvolvimento dos professores em sala de aula, para a implementação de ações no currículo escolar”, destaca.

Questão de empatia

Responsável por ministrar o primeiro módulo do curso, a docente na Escola de Direitos e Relações Internacionais e membro do Programa de Direitos Humanos (PDH), Aline Borghi, trabalhou com os professores os conceitos introdutórios aos Direitos Humanos e a educação nesse contexto, levando em conta o Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos. “A educação tem essa importância para a transformação. Ela é capaz de construir e ampliar o repertório de cada um”, ressalta. Aos professores, fez questão de lembrar que Direitos Humanos estão ligados à empatia e que a Constituição Brasileira teve como referência a Declaração Universal dos Direitos Humanos, adotada pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 1948.

Os professores ainda passarão por outros quatro encontros, um por mês, até dezembro. Participarão dos próximos módulos o Programa Socioambiental e de Economia Solidária (Prosa), o Programa de Estudos e Extensão Afro-brasileiro (Proafro), o Programa Interdisciplinar da Mulher – Estudos e Pesquisas (Pimep) e o Programa de Educação e Cidadania (PEC).