Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Publicado em:

Novos projetos de pesquisa começam em agosto

Com mais de 500 alunos na Iniciação Científica e com o desafio de ampliar sua contribuição na área da pesquisa em Goiás e no Brasil, a PUC Goiás inicia novos 366 projetos de pesquisa a partir do segundo semestre deste ano. No total, serão 537 projetos em andamento com a participação dos professores e duração mínima de um ano.

Na universidade, existem cinco programas de Iniciação Científica: Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (BIC), com bolsas concedidas pela PUC, Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI), com bolsas concedidas pelo CNPq, Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC), com bolsas também repassadas pelo CNPq, Programa Institucional com Exigência de Contrapartida em Atividades de Iniciação Científica (BIC), com apoio da Organização das Voluntárias de Goiás, e o Voluntariado, sem remuneração para a pesquisa.

Para a  professora Priscila Valverde, coordenadora de pesquisa da universidade, a participação a partir do primeiro período do curso influencia nas vidas acadêmicas e profissionais e ampliam a contribuição da universidade n a construção de uma ciência nacional mais forte.

“A pesquisa é um instrumento importante para a graduação uma vez que possibilita ao estudante o conhecimento e o contato com o método científico. Para aqueles que desejam seguir carreira acadêmica é fundamental. Para aqueles que desejam atuar no mercado de trabalho e não seguir a carreira acadêmica, a pesquisa propicia que o profissional mantenha-se atualizado e conectado com as mudanças de sua profissão”, afirmou ela para os novos alunos.