Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Publicado em:

Estação Jurídica tem foco em resolução de conflitos e atendimentos gratuitos

População será atendida até sexta-feira, 26

© by Weslley Cruz

Um dos espaços mais procurados no primeiro dia da Jornada da Cidadania, a Estação Jurídica, no terceiro piso do Centro de Convenções PUC, congrega serviços de atendimento jurídico, como consultas, orientações, encaminhamentos, resolução de conflitos e ajuizamento de ações. Das 8h às 17 horas, voluntários, professores e funcionários realizam o atendimento à população.

“Tivemos um movimento muito intenso hoje, uma busca pelos serviços. Todos os casos estão sendo tratados e resolvidos aqui”, destaca o coordenador do espaço, professor Wellington de Bessa Oliveira. Segundo ele, em caso de acordo, a assinatura e validação do acordo são feitas na hora, ficando apenas a retirada do documento para momento posterior.

Visitando pela primeira vez a Jornada, Paula Lira, 28, viu na Estação a oportunidade de conseguir informações sobre a solicitação de pensão alimentícia. “Pedi orientação e me informaram quais os documentos necessários para a execução, lá no Câmpus V”, explica.

Entre os alunos voluntários, a acadêmica do 9º período de Direito Kathiuce de Souza Cruz, 25, trabalhava no atendimento aos visitantes. “Tem sido muito gratificante. Hoje atendi um casal que nem conversava, mas que conseguiu entrar em acordo aqui, até saíram conversando”, ressalta ela, que atua na Jornada da Cidadania pelo segundo ano consecutivo. “O atendimento ao público é onde prefiro estar, ajudando a população e orientar”.

Iniciativa da PUC Goiás e da Arquidiocese de Goiânia, a Jornada da Cidadania segue com centenas de serviços gratuitos até esta sexta-feira, 26. No sábado, 27, o evento continua com programação de cultura e lazer, além do casamento comunitário de 27 casais.