Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Publicado em:

Programação comemora primeira década do mestrado em História

Com 146 dissertações apresentadas até o final de abril, o Mestrado em História da PUC Goiás completa este ano dez anos de atividade. A data será lembrada no próximo dia 24, às 18 horas, na Escola de Formação de Professores e Humanidades, com mesa redonda sobre a trajetória da pós-graduação e lançamento de quatro livros inéditos, escritos por docentes e alunos do curso.

De acordo com a coordenadora do Programa de Pós Graduação Stricto Sensu em História, doutora Thais Alves Marinho, o objetivo é reunir todos os profissionais que fizeram parte da história para fortalecer o programa. “O evento marca uma série de ações que o Mestrado tem realizado para qualificar o programa, dar visibilidade às produções realizadas e abrir o doutorado”, explica ela.

Na mesa redonda estarão reunidos ex-coordenadores, professores e o primeiro egresso do curso, o promotor de Justiça Jales Guedes Coelho Mendonça, responsável pela primeira dissertação apresentada no programa. Além dos convidados, a pró-reitora de Pós-Graduação e Pesquisa, professora Milca Severino, também participará das discussões sobre a importância do mestrado em História.

No final do evento, serão lançados os quatro livros produzidos a partir das experiências dos professores do Mestrado. Serão lançados os livros: Santa Praxedes: uma jovem com funções eclesiais e sociais em Roma, da professora Ivoni Reimer, pela Editora PUC; Fronteiras Móveis: territorialidades, migrações, da professora Maria Do Espirito Santo Rosa Cavalcante Ribeiro e de Cléria Botêlho Da Costa (in memoriam), pela Editora Fino Traço; Mundos Ibéricos: territórios, gênero e religiosidade, da professora Renata Cristina Nascimento e Armênia Souza, da Editora Alameda, e a coletânea Entre Europa, África e América: mundos ibéricos no Atlântico Sul, da professora Renata Nascimento e de Fernando Lobo, da UEG, pela Editoria Luminária.