Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Publicado em:

Missa acolhe imagem peregrina de Nossa Senhora

Passagem da santa pela universidade faz parte das comemorações do Ano Mariano e dos 300 anos de seu encontro; programação vai até 31 de março

© by http://Wagmar%20Alves

A PUC Goiás recebeu na noite desta quinta-feira (16), a imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida. A acolhida ocorreu em missa realizada na Paróquia Universitária São João Evangelista (Pasurje), na Área 2, com a presença de fiéis e gestores da instituição. A passagem da santa pela universidade faz parte das comemorações do Ano Mariano e dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, nas águas do Rio Paraíba do Sul.

Durante a celebração, o padre Ronaldo Rangel lembrou que Nossa Senhora é o modelo a ser seguido por todos os cristãos. Ele também sublinhou a alegria em receber a imagem neste período de Quaresma. “Maria é exemplo para nós: aquela que faz a vontade Deus. E deve estar conosco, mostrando o caminho da pobreza que leva a encontrar a riqueza, que é Deus”, afirmou.

Presente à celebração, o reitor da universidade, prof. Wolmir Amado, diz que a instituição se alegra em receber a imagem peregrina, que evoca a própria formação do Brasil, em aspectos culturais e históricos.

“Essa devoção ganha novos contornos nos dias de hoje, sendo ressignificada em vista do presente e do futuro. Compartilhamos da mesma alegria do povo brasileiro (em receber a imagem) e colocamos no coração de uma instituição educacional os pés de Maria, que cuidou tão de Jesus. Que ela possa zelar e nos proteger em nossa missão educacional”, declarou.

Até o dia 31 de março, a imagem visitará a instituição, a Santa Casa de Misericórdia de Goiânia, a sede da PUC TV, filiada da TV Aparecida, a Fundação Aroeira e a Paróquia Universitária São João Evangelista. Veja a programação completa aqui.

Histórico
No ano de 1717, os pescadores João Alves, Felipe Pedroso e Domingos Garcia, saíram para pescar, numa época escassa de peixes. Por ação misteriosa de Deus, chegando ao Porto de Itaguaçu, a primeira coisa que caiu em suas redes foi o corpo de uma imagem quebrada na altura do pescoço.

Após lançarem a rede pela segunda vez, encontraram a cabeça da mesma imagem. Ao juntarem as duas partes, eles perceberam que se tratava de Nossa Senhora da Conceição. Depois do encontro da imagem, a pesca de peixes foi abundante e os pescadores intuíram a presença e ação de Deus no evento.

Por assim ter acontecido, o povo a chamou de Aparecida, nome consagrado pela devoção popular, chegando a ser proclamada rainha em 1904 e padroeira do Brasil, em 1930.

Veja mais sobre a devoção a Aparecida aqui.

Ano Mariano
Até o dia 11 de outubro, será celebrado o Ano Nacional Mariano, instituído pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Com isso, a Igreja quer intensificar a devoção à Mãe de Jesus, sob o título de Aparecida. Por meio dessa devoção, aprender com ela o seguimento de Jesus.

  • WA2_6537
  • WA2_6542
  • WA2_6548
  • WA2_6550
  • WA2_6552
  • WA2_6558
  • WA2_6564
  • WA2_6576
  • WA2_6581
  • WA2_6586
  • WA2_6590
  • WA2_6605
  • WA2_6613
  • WA2_6618
  • WA2_6623
  • WA2_6631
  • WA2_6632
  • WA2_6634
  • WA2_6636
  • WA2_6637
  • WA2_6642
  • WA2_6644
  • WA2_6650
  • WA2_6655
  • WA2_6658
  • WA2_6665

Fotos: Wagmar Alves