Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Publicado em:

PUC Goiás encabeçará projeto de parque tecnológico em Aparecida de Goiânia

Doação de área para a universidade foi realizada hoje por consórcio de empresas responsáveis com parceria do governo estadual

© by Weslley Cruz

O primeiro Parque de Tecnologia e Inovação de Aparecida de Goiânia reunirá os setores público, privado e educacional com a presença do governo de Goiás, prefeitura municipal, empresas das áreas de ciências e tecnologia e a PUC Goiás, universidade escolhida para encabeçar o projeto. Até o final da década, a parceria irá impulsionar o desenvolvimento econômico e tecnológico do município com a criação e manutenção de um ambiente voltado para inovação.

Os representantes do consórcio responsável pelo projeto e o superintendente de Ciência, Tecnologia e Inovação, Mauro Fayad, visitaram os representantes da reitoria da PUC Goiás para entregar ofício de doação de área de 4 mil metros quadrados, que estará ao lado do espaço destinado ao estado no parque. Eles foram recebidos pelo reitor da universidade, professor Wolmir Amado, pela pró-reitora de Pós-Graduação e Pesquisa, Milca Severino, e pró-reitor de Administração, Daniel Rodrigues.

Segundo a professora Milca, a universidade terá papel de colocar a ciência e a expertise dos cursos de graduação e pós-graduação a favor da ciência. “A expectativa da PUC Goiás é que teremos uma importantíssima atuação no estado de Goiás a partir deste projeto”. Os pesquisadores irão apresentar projetos que serão apoiados pela universidade e pela estrutura que será construída. O prazo mínimo das obras após finalizar o projeto será de dois anos.

Para Fayad, a escolha da PUC permitirá a realização do principal binômio do projeto, que envolve mão de obra qualificada e inovação tecnológica. “O estado de Goiás ganha muito com a parceria da PUC, que une experiência na formação profissional e na área científica”, afirmou o superintendente.

O governo implantará no Parque uma unidade do Instituto Tecnológico de Goiás (Itego), que oferecerá educação profissional e serviços tecnológicos, além de contemplar ideias inovadoras em negócios. O primeiro parque em Goiás foi implantado no câmpus da Universidade Federal de Goiás, onde há parceria da PUC Goiás, e outro já está em andamento em Anápolis.

O Parque já está em obras próximo ao Anel Viário e a BR 153. O empreendimento, com área total de 235 mil metros quadrados, foi planejado para atender as demandas por áreas e serviços tecnológicos e de apoio de empresas inovadoras, principalmente aquelas com foco nos setores de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (HPPC), Energias Alternativas e Eficiência Energética.

  • 170308 - projeto parque tecnológico - wc (40)
  • 170308 - projeto parque tecnológico - wc (41)
  • 170308 - projeto parque tecnológico - wc (68)
  • 170308 - projeto parque tecnológico - wc (32)
  • 170308 - projeto parque tecnológico - wc (57)
  • 170308 - projeto parque tecnológico - wc (7)
  • 170308 - projeto parque tecnológico - wc (33)
  • 170308 - projeto parque tecnológico - wc (42)

Fotos: Weslley Cruz