Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Publicado em:

Mergulho na pesquisa

Com recorde de público e programação em todas as áreas da universidade, segunda edição consolida evento, que figura entre os mais importantes da instituição

© by Weslley Cruz

Mobilizando docentes, estudantes e funcionários, o II Congresso de Ciência e Tecnologia da PUC Goiás bateu recorde de público e alcançou toda a universidade. Mais de 7 mil participantes fizeram um verdadeiro mergulho no universo da pesquisa, com apresentações de trabalhos produzidos na graduação, na especialização, em mestrados e em doutorados. A programação teve ainda palestras, minicursos, exposições, lançamentos de livros, homenagens especiais, entre outros. Sem falar na participação de pesquisadores de outros Estados e países: uma troca de saberes que, em breve, deve gerar frutos.

INTERCÂMBIO DE SABERES

Realizado entre os dias 19 e 21 de outubro, o II Congresso de Ciência e Tecnologia da PUC Goiás mobilizou docentes, alunos e professores da universidade. Nesta edição, o evento debateu o tema Ciência alimentando o Brasil, em consonância com a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. A programação interdisciplinar ganhou corpo em todas as áreas da universidade.
O resultado veio com a participação recorde: 7.210 inscritos, de acordo com a Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, responsável pela organização do evento. Foram 19 atividades simultâneas e quase 1.500 trabalhos apresentados. Só na Olimpíada de Cálculo, o número de participantes dobrou, passando para 300, nesta edição.
A pró-reitora de Pós-Graduação e Pesquisa da PUC Goiás e presidente da comissão organizadora do evento, profa. Milca Severino, enfatizou o papel do congresso para o intercâmbio do conhecimento produzido na PUC e em outras instituições. “É um momento de troca, de estabelecimento de parcerias. Já temos fundamentos para começar os preparativos para o próximo congresso”, afirma.
O reitor da PUC Goiás, prof. Wolmir Amado, colocou o Congresso de Ciência e Tecnologia entre os eventos mais importantes da instituição, ao lado da Semana de Integração e Planejamento Acadêmico e da Jornada da Cidadania. “O Congresso dá visibilidade e potencializa a ciência, a tecnologia, a pesquisa e a formação do pesquisador no estado de Goiás. São desafios da vida que vão surgindo e é preciso responder de forma intelectual, com empenho e investigação, às demandas atuais”, analisou.

 

CONGRESSO EM NÚMEROS
Iniciativa mobilizou a universidade com ações em todas as áreas:

• 579 professores
• 48 funcionários
• 414 trabalhos de iniciação científica
• 344 trabalhos de conclusão de curso
• 207 pesquisas dos programas de pós-graduação Stricto Sensu
• 110 pesquisas dos programas de pós-graduação Lato Sensu
• 342 apresentações no Fórum de Pesquisa
• Trabalhos de 22 Ligas Acadêmicas

 

EVENTOS SIMULTÂNEOS
A programação do congresso contou com 19 eventos:

• Simpósio Internacional das Cobras Corais
• Simpósio Brasileiro de Climatologia Geográfica
• Simpósio de Tecnologia de Alimentos de Goiás
• Simpósio de Ciências Aeronáuticas
• Simpósio de Pesquisa em Comunicação
• Semana de Zootecnia
• Jornada da Literatura Produzida em Goiás
• Jornada de Iniciação Científica
• Apresentação de trabalhos científicos das Ligas Acadêmicas
• Mostra de Produção Científica da Pós-Graduação Lato Sensu
• Mostra de Produção Científica da Pós-Graduação Stricto Sensu
• Encontro de Estagiários
• Encontro de Monitores
• Encontro de Egressos
• Olimpíadas de Cálculo, Física e Química e Desafio Mecatrônico
• Concurso de Fotografia – Faces da engenharia
• Exposição fotográfica – 10 anos do curso de Arqueologia
• Colóquios da Extensão
• Prêmio Melhores Trabalhos em Ciência e Tecnologia