Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Publicado em:

Programa Bombeiro Mirim é avaliado pelos parceiros da iniciativa

PUC Goiás e Corpo de Bombeiros do Estado de Goiás avaliam pontos fortes e desafios para formação dos bombeiros mirins

© by Weslley Cruz

Docentes da PUC Goiás e oficiais do Corpo de Bombeiros do Estado de Goiás estiveram reunidos na tarde desta segunda-feira, 28, na Sociedade Goiana de Cultura (SGC), para fazerem uma avaliação do Programa Educacional Bombeiro Mirim (Proebom), que neste ano mobilizou 47 estagiários dos cursos de Letras, Matemática e Biologia, além de 16 voluntários dos programas e projetos da extensão universitária.

Durante a reunião, os coordenadores do Programa avaliaram os pontos positivos da parceria, assim como as dificuldades e desafios no processo de formação das crianças e adolescentes atendidas na iniciativa. Apenas neste ano de 2019, o Proebom acolheu 240 bombeiros mirins, com idade de 8 a 13 anos oriundos de Goiânia e região metropolitana.

A reunião de avaliação foi conduzida pela coordenadora de Extensão, profa. Denize Daudt e pela coordenadora de Estágio, Monitoria, Egressos e Empresas Juniores, profa. Ana Flávia Mori. O coronel Anderson Moura, do Corpo de Bombeiros, assim como tenentes e sargentos dos batalhões inscritos no Proebom participaram da reunião, colaborando com suas avaliações e feedback da parceria da PUC Goiás.

Na ocasião, o coronel agradeceu a participação da universidade e, ao mesmo tempo, manifestou sua expectativa de futuro em relação à formação das crianças e adolescentes acolhidas nesta ação social. Por meio dessa iniciativa, os bombeiros mirins participam de atividades dentro dos batalhões da corporação três vezes por semana, no turno vespertino, com um período de desenvolvimento de atividades escolares (reforço de Português e Matemática), educação física, noções de resgate, combate a incêndio e salvamentos, além de noções de ética e cidadania, palestras sobre prevenção ao uso de drogas, educação ambiental, entre outros temas que pautam a formação dos alunos.

Além da contribuição ao programa por meio dos professores e alunos da graduação que lecionam as disciplinas de reforço escolar, a extensão também participa da iniciativa com uma colaboração humanística. De acordo com a profa. Denize, a universidade também auxilia nos planos de aula e na elaboração do material didático, composto por textos, músicas e desenhos, de forma a qualificar a dinâmica das atividades.

Outra reunião com a corporação foi agendada para o dia 19 de novembro, às 15h30, na SGC, para planejamento das atividades de 2020.  O edital, assim como o cronograma e processo seletivo do próximo ano serão definidos após essa reunião entre as instituições parceiras.