Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Publicado em:

Congresso discute poder da ciência para mudar a realidade brasileira

Evento começa na próxima terça-feira, 15 e marca comemorações do Jubileu

© by Weslley Cruz

Na semana em que um brasileiro de 62 anos, em estado terminal por conta de um linfoma não Hodgkins avançado, um câncer hematológico grave, recebe alta após uma terapia genética descoberta no exterior e realizada de forma inédita a partir de pesquisas no interior de São Paulo, cientistas do Brasil e convidados do exterior estarão em Goiânia para participar da 5ª edição do Congresso de Ciência e Tecnologia da PUC Goiás. De 15 a 18 de outubro, mais de 10 mil pessoas vão debater a bioética, novas tecnologias e sustentabilidade e como fortalecer o papel da ciência para o desenvolvimento da economia e da diversidade no país. O evento irá celebrar o Jubileu de Diamante da universidade, que comemora 60 anos no dia 17 de outubro.

Como nas outras edições, a programação engloba diversos eventos, palestras, minicursos e mesas redondas que debaterão a ciência e a tecnologia. São quase dez mil inscritos, entre estudantes, professores e pesquisadores, em torno da temática central Bioeconomia: diversidade e riqueza para o desenvolvimento sustentável, proposta pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, e nas programações que integram o Congresso. Durante todos os dias será lembrado o Dia C da Ciência, como acontecerá em todo o Brasil.

“A cada ano o congresso está se agigantando por conta da maturidade da universidade em relação ao desafio de dar uma atenção especial à ciência e à tecnologia”, afirma professora Milca Severino, pró-reitora de Pós-Graduação e Pesquisa e coordenadora geral do evento. Todas as escolas realizam programações próprias que envolvem todas as áreas de conhecimento. No total, serão apresentados mais de 1.400 trabalhos científicos, desde a Iniciação Científica até o doutorado. A maioria das pesquisas desenvolvidas na própria PUC Goiás, mas algumas feitas fora da instituição.

BIOÉTICA

A abertura oficial será durante o V Congresso Brasileiro de Bioética, na quarta-feira, 16, às 18h45, no Teatro do Câmpus V, com debate sobre Bioética, Saúde e Democracia, com palestrantes do Brasil e do exterior. A programação que acontece a cada dois anos ainda é acompanhada do Congresso de Bioética Clínica e da Jornada de Ética em Pesquisa, que serão realizadas pela primeira vez em Goiás.

De acordo com o presidente do evento, professor Flávio Paranhos, do curso de Medicina da PUC Goiás, as programações se somam nas discussões sobre os dilemas na relação do profissional de saúde e paciente passando para os temas sociais e político de acesso da população. “O acesso aos cuidados de saúde é uma questão central na bioética brasileira e uma preocupação de quem está nessa área, porque vamos discutir questões determinantes para as doenças, como saneamento, acesso a tratamento”, disse ele.

Já a Jornada de Ética em Pesquisa reúne vários comitês de ética que vão discutir aspectos das pesquisas com humanos e animais. No Brasil, são mais de 700 comitês que discutem a fronteira ética nos avanços científicos, como o uso de células embrionárias.

FUNCIONAMENTO

O evento recebe inscrições até o dia 15, quando começa oficialmente a programação, já disponível no http://sites.pucgoias.edu.br/eventos/5cct/. A programação permite que alunos de diferentes áreas escolham quais eventos querem participar e, além disso, no último dia, são premiados os melhores trabalhos científicos. Também serão entregues os prêmios de Mérito Acadêmico para os alunos que se destacaram durante o curso de graduação.