Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Publicado em:

Colóquio discute ensino religioso

Questão foi discutida dentro do que é previso no Acordo Brasil Santa Sé

© by Weslley Cruz

O Acordo Brasil Santa Sé voltou ao debate durante colóquio realizado nesta terça-feira, 24, em colóquio realizado pela União dos Juristas Católicos de Goiânia (UNIJUC) em parceria com o Programa de Direitos Humanos da PUC Goiás. O evento reuniu alunos de graduação, pós-graduação e juristas para ouvir a conferência do jurista e professor de Direito, Emanuel de Oliveira Costa Júnior, sobre O ensino religioso previsto no Acordo Brasil Santa Sé e sua efetividade.

O objetivo foi divulgar a importância da Igreja Católica brasileira no mundo, os termos do Acordo Brasil Santa Sé e as mudanças do acordo para a educação. O padre Cristiano Faria dos Santos foi debatedor do evento. Mestrando em Direito Canônico, Emanuel de Oliveira, apresentou o artigo 16 do acordo, que fala sobre educação. “Ele é muito abrangente para todas as religiões e discutimos como vai funcionar, em especial, nas escolas públicas”, disse o palestrante. Entre as questões, estão os curtos e o preparo para as aulas.

De acordo com a professora Núbia Simão, coordenadora do PDH, o evento deu continuidades às discussões do Congresso Internacional Brasil Santa Sé, para que as discussões “permaneçam e reverberem na comunidade da PUC”. Além disso, ela salientou que o público pode conhecer melhor a política interna e externa da Igreja Católica e a relação dos centros universitários católicos com o Vaticano.